logo-xs-team-alternativa-fundo-branco

Exercícios de Quadríceps: O Caminho para um Fortalecimento Efetivo e Integral

Revisão clínica: Givanildo Albuquerque |

Os músculos do quadríceps são vitais para a mobilidade e estabilidade do corpo, desempenhando um papel crucial no fortalecimento dos membros inferiores, incluindo coxa, quadril e joelho. Este artigo aborda os melhores exercícios para quadríceps, oferecendo um guia completo para quem deseja fortalecer essa região, melhorando a qualidade de vida e reduzindo o estresse nas demais estruturas.

Trabalhe o Quadríceps com os Melhores Exercícios – Veja os 10 exemplos de exercícios para fortalecer esse músculo

Agachamento Búlgaro no “SMITH” com step alto

O Agachamento Búlgaro no “Smith” com step alto é um exercício avançado e altamente eficaz para trabalhar os músculos das pernas, especialmente os glúteos, quadríceps e isquiotibiais. Este exercício é uma variação do agachamento búlgaro tradicional, realizado com a adição de uma máquina Smith e um step alto para aumentar a amplitude de movimento e a intensidade do treino.

Descrição do Exercício:

  1. Configuração Inicial: O exercício começa com a colocação de um step alto atrás da máquina Smith. O praticante ajusta a altura da barra na máquina Smith de modo que fique ao nível dos ombros ou um pouco abaixo.
  2. Posicionamento: O praticante fica de pé em frente à barra, de costas para o step. Um pé é colocado no step atrás, enquanto o outro permanece no chão, mantendo uma distância confortável para permitir um bom equilíbrio e postura.
  3. Execução do Movimento: Com a barra apoiada nos ombros, o praticante realiza um agachamento com a perna da frente, mantendo o peito erguido e a coluna reta. O joelho da perna de trás se move em direção ao chão, quase tocando-o, enquanto o joelho da perna da frente forma um ângulo de 90 graus.
  4. Retorno à Posição Inicial: Após alcançar a profundidade máxima do movimento, o praticante empurra o chão com a perna da frente para retornar à posição inicial.
  5. Repetições: O exercício é geralmente realizado em séries, alternando as pernas entre as séries ou dentro da mesma série.

Pontos Chave:

  • A utilização da máquina Smith proporciona maior estabilidade durante o exercício, tornando-o ideal para iniciantes ou para aqueles que estão trabalhando com cargas mais pesadas.
  • O step alto aumenta a amplitude do movimento, tornando o exercício mais desafiador e eficaz na ativação dos músculos alvo.
  • O Agachamento Búlgaro no “Smith” com step alto é excelente para melhorar o equilíbrio, a coordenação e a força unilateral, beneficiando o desenvolvimento muscular equilibrado e a prevenção de lesões.

Este exercício é recomendado para indivíduos com experiência em treinamento de força, e deve ser realizado com cautela, especialmente por aqueles com limitações ou lesões pré-existentes nos joelhos ou costas. A consulta com um profissional de educação física é aconselhável para garantir a execução correta e segura do exercício.

Já nos segue no nosso TikTok? Confira nosso conteúdos exclusivos!

Agachamento Frontal Barra

O agachamento frontal com barra é um exercício fundamental para o desenvolvimento da força e da musculatura das pernas, com um foco especial nos quadríceps, mas também envolvendo glúteos, isquiotibiais, e o core (abdominais e lombares). Este exercício é uma variação do agachamento tradicional, onde a barra é posicionada na frente do corpo, em vez de nas costas.

Descrição do Exercício:

  1. Configuração Inicial: O exercício começa com a colocação da barra em um suporte (rack) à altura do peito. O praticante se posiciona em frente à barra, com os pés afastados na largura dos ombros ou um pouco mais.
  2. Posicionamento da Barra: O praticante posiciona a barra em frente aos ombros, cruzando os braços para segurá-la contra o peito, com as palmas das mãos voltadas para cima e os cotovelos apontando para frente. Esta é conhecida como a “pegada cruzada”. Alternativamente, pode-se usar a “pegada limpa”, onde a barra repousa sobre os ombros e as mãos seguram a barra fora dos ombros com os cotovelos apontados para a frente.
  3. Execução do Movimento: Mantendo a coluna reta e o core contraído, o praticante desce em um agachamento, empurrando os quadris para trás e para baixo, enquanto mantém a barra estabilizada. Os joelhos devem se mover na direção dos pés, sem ultrapassar a ponta dos dedos.
  4. Retorno à Posição Inicial: O praticante retorna à posição inicial, empurrando os pés contra o chão, mantendo a barra estável e o core contraído.
  5. Repetições: O exercício é geralmente realizado em séries de repetições, dependendo do objetivo do treinamento.


Pontos Chave:

  • O agachamento frontal com barra enfatiza mais os quadríceps em comparação com o agachamento tradicional, e também exige uma maior mobilidade dos tornozelos e estabilidade do core.
  • A postura é crucial neste exercício. Manter o peito elevado e os cotovelos altos ajuda a evitar que a barra role para frente.
  • Este exercício é particularmente benéfico para atletas que buscam melhorar a força e a estabilidade do tronco, além do desenvolvimento muscular das pernas.

Devido à técnica específica e ao desafio de equilíbrio que o agachamento frontal com barra apresenta, é recomendado que iniciantes pratiquem primeiro com uma barra leve ou um bastão para se acostumar com a postura correta. Sempre é aconselhável buscar a orientação de um profissional de educação física para garantir a execução segura e eficaz do exercício.

Leg Press horizontal bilateral

O Leg Press horizontal bilateral é um exercício popular e eficaz para o treinamento das pernas, enfocando principalmente os quadríceps, glúteos e isquiotibiais. Este exercício é realizado em uma máquina de leg press horizontal, que permite uma execução mais segura e controlada, tornando-o uma escolha excelente tanto para iniciantes quanto para atletas avançados que buscam construir força e massa muscular nas pernas.

Descrição do Exercício:

  1. Configuração Inicial: Comece ajustando o assento da máquina de leg press de acordo com sua altura para garantir uma postura correta e movimentos eficazes. Sente-se na máquina, com as costas e a cabeça apoiadas no encosto.
  2. Posicionamento dos Pés: Coloque os pés na plataforma, paralelos e afastados na largura dos ombros. Os pés devem estar firmemente plantados na plataforma com os dedos apontando ligeiramente para fora.
  3. Execução do Movimento: Libere os suportes de segurança da máquina e comece estendendo as pernas, empurrando a plataforma. Importante manter uma leve flexão no joelho ao final da extensão para evitar tensão excessiva nas articulações.
  4. Descida Controlada: Lentamente, abaixe a plataforma, flexionando os joelhos e mantendo um controle constante do movimento. Os joelhos devem se mover na direção dos pés sem desviar lateralmente.
  5. Retorno à Posição Inicial: Empurre a plataforma de volta à posição inicial com uma extensão controlada das pernas, mantendo a tensão nos músculos das pernas.
  6. Repetições: Realize o exercício para o número desejado de repetições, conforme seu plano de treinamento.

Pontos Chave:

  • Profundidade do Movimento: É crucial não descer a plataforma excessivamente a ponto de causar uma curvatura na lombar. Mantenha a região lombar firmemente pressionada contra o encosto para proteger sua coluna.
  • Controle e Velocidade: Mantenha um movimento controlado tanto na fase de extensão quanto na de descida. Evite movimentos bruscos ou rápidos que possam causar lesões.
  • Variação de Pés: Alterar a posição dos pés (mais altos, mais baixos, mais juntos ou mais afastados) na plataforma pode variar o foco muscular, trabalhando diferentes áreas das pernas e glúteos.
  • Respiração: Respire de maneira controlada, inspirando durante a descida e expirando durante a extensão das pernas.

O Leg Press horizontal bilateral é um exercício fundamental para o fortalecimento e crescimento muscular das pernas. No entanto, é importante ajustar a carga e a técnica de acordo com suas capacidades e limitações individuais, e sempre é recomendável consultar um profissional de educação física para orientação e supervisão adequadas.

Curta nossa Página no Facebook para ter acesso a mais Dicas de Treino!

 Avanço com halteres

O avanço com halteres é um exercício eficiente para o fortalecimento e tonificação dos membros inferiores, enfocando principalmente os quadríceps, glúteos, isquiotibiais e panturrilhas. Além disso, este exercício também engaja o core (musculatura abdominal e lombar) para manter a estabilidade e o equilíbrio, tornando-o uma escolha excelente para um treino funcional e integrado.

Descrição do Exercício:

  1. Configuração Inicial: Comece segurando um haltere em cada mão ao lado do corpo. Mantenha os pés afastados na largura dos ombros e os olhos voltados para frente, com a postura ereta.
  2. Movimento de Avanço: Dê um passo largo para a frente com uma perna, mantendo o peso nos calcanhares. Ao avançar, flexione ambos os joelhos para baixar o corpo. O joelho da perna que avança deve formar um ângulo de aproximadamente 90 graus e o joelho da perna traseira deve se aproximar do chão, sem tocá-lo.
  3. Retorno à Posição Inicial: Empurre firmemente o calcanhar da perna da frente para voltar à posição inicial, trazendo a perna de trás para frente.
  4. Alternância de Pernas: Repita o movimento com a outra perna. Alternar as pernas após cada repetição ou completar todas as repetições com uma perna antes de trocar.
  5. Repetições: Execute o número desejado de repetições, conforme seu plano de treinamento.

Pontos Chave:

  • Postura: Mantenha a coluna reta e o core contraído durante todo o exercício para proteger a coluna e melhorar o equilíbrio.
  • Profundidade do Movimento: Desça até que o joelho traseiro quase toque o chão, garantindo que o joelho da frente não ultrapasse a ponta dos dedos do pé.
  • Controle do Movimento: Realize o movimento de forma controlada, evitando movimentos bruscos ou rápidos que podem causar lesões.
  • Seleção de Peso: Escolha um peso que permita realizar o exercício com a técnica correta. Não é necessário usar halteres muito pesados, pois a própria mecânica do exercício já proporciona um desafio significativo.

O avanço com halteres é versátil e pode ser incluído em rotinas de treinamento de força, treinamento funcional ou como parte de um circuito de condicionamento físico. Como sempre, é recomendável consultar um profissional de educação física para garantir que você esteja realizando o exercício corretamente e para adaptar o treino às suas necessidades e objetivos específicos

Hack articulado

O Hack Squat Articulado, conhecido também como Hack Squat na máquina, é um exercício eficaz para o fortalecimento e desenvolvimento dos músculos das pernas, com foco especial nos quadríceps, mas também trabalhando os glúteos e isquiotibiais. Este exercício é realizado em uma máquina de Hack Squat, que ajuda a manter a postura correta e distribuir o peso de maneira mais segura e eficiente.

Descrição do Exercício:

  1. Configuração Inicial: Comece ajustando a máquina de acordo com sua altura e preferências. Posicione-se na máquina com as costas apoiadas no encosto. Os ombros devem ficar sob as almofadas de suporte.
  2. Posicionamento dos Pés: Coloque os pés na plataforma da máquina, com uma distância aproximadamente igual à largura dos ombros. A posição exata dos pés pode variar ligeiramente para enfatizar diferentes áreas dos músculos das pernas.
  3. Execução do Movimento: Libere os suportes de segurança da máquina. Desça em um agachamento, dobrando os joelhos e movendo os quadris para trás. Desça até que as coxas estejam pelo menos paralelas ao chão, ou mais, dependendo de sua flexibilidade e conforto.
  4. Retorno à Posição Inicial: Empurre a plataforma para cima até que as pernas estejam quase totalmente estendidas. Evite travar completamente os joelhos no final do movimento para manter a tensão nos músculos das pernas.
  5. Repetições: Realize o número desejado de repetições, de acordo com seu plano de treino.

Pontos Chave:

  • Postura: Mantenha a coluna reta e o core contraído durante todo o exercício para apoiar a coluna vertebral.
  • Amplitude de Movimento: Desça até uma profundidade que seja confortável e segura, evitando curvar a coluna ou realizar o movimento com impulso.
  • Controle: Realize o movimento de maneira controlada, sem movimentos bruscos ou rápidos.
  • Carga: Escolha uma carga que permita executar o exercício com a técnica adequada. É importante aumentar a carga progressivamente, à medida que a força e a resistência muscular melhoram.

O Hack Squat Articulado é um excelente exercício para construir força e volume muscular nas pernas, sendo particularmente benéfico para pessoas que buscam aliviar a pressão sobre a coluna lombar, que pode ocorrer em agachamentos tradicionais com barra livre. Como sempre, é recomendado buscar orientação de um profissional de educação física para assegurar a execução correta e segura do exercício.

Leg Press Vertical

O Leg Press vertical é um exercício que se concentra no fortalecimento e desenvolvimento dos músculos das pernas, principalmente os quadríceps, glúteos e isquiotibiais. Diferente do Leg Press horizontal ou inclinado, neste exercício, o praticante se posiciona de maneira que empurra a plataforma de peso diretamente para cima, o que proporciona um ângulo único de resistência e desafio muscular.

Descrição do Exercício:

  1. Configuração Inicial: Inicie ajustando a máquina de acordo com sua altura e conforto. Sente-se ou deite-se na máquina de Leg Press vertical, dependendo do design específico da máquina.
  2. Posicionamento dos Pés: Coloque os pés na plataforma acima de você, afastados na largura dos ombros. Os pés devem estar firmemente plantados na plataforma, e você pode ajustar a altura e a distância dos pés para focar em diferentes partes dos músculos das pernas.
  3. Execução do Movimento: Libere os suportes de segurança e comece a empurrar a plataforma para cima, estendendo as pernas. Mantenha uma leve flexão nos joelhos no ponto de extensão máxima para evitar a tensão excessiva nas articulações.
  4. Descida Controlada: Lentamente, abaixe a plataforma, flexionando os joelhos até que estejam em um ângulo de cerca de 90 graus ou um pouco mais, dependendo da sua flexibilidade.
  5. Retorno à Posição Inicial: Empurre a plataforma de volta para cima até a posição de extensão das pernas.
  6. Repetições: Execute o número desejado de repetições, de acordo com seu plano de treinamento.

Pontos Chave:

  • Postura: Mantenha as costas e a cabeça firmemente apoiadas no encosto da máquina durante todo o exercício para proteger a coluna vertebral.
  • Amplitude de Movimento: Ajuste a amplitude de movimento conforme sua flexibilidade e conforto, evitando descer demais, o que pode causar desconforto ou lesão.
  • Controle do Movimento: Realize o movimento de forma controlada, evitando movimentos bruscos ou rápidos que podem causar lesões.
  • Carga Adequada: Selecione uma carga que permita realizar o exercício com técnica correta. Evite colocar excesso de peso que possa comprometer a forma ou causar lesões.

O Leg Press vertical é uma excelente opção para quem busca fortalecer as pernas, oferecendo um ângulo diferente que pode ser benéfico para a variedade no treinamento. Como sempre, recomenda-se a supervisão de um profissional de educação física para garantir uma execução segura e eficaz do exercício.

Nos Siga no X para conteúdos exclusivos!

Agachamento Taça com halteres

O Agachamento Taça com halteres, também conhecido como Goblet Squat, é um exercício eficaz para o fortalecimento e tonificação dos músculos das pernas, enfatizando os quadríceps, glúteos, isquiotibiais e panturrilhas. Este exercício também envolve o core e a parte superior do corpo, fornecendo um treino mais abrangente. É uma ótima opção para aqueles que estão começando com treinamento de força ou para quem busca uma alternativa ao agachamento tradicional com barra.

Descrição do Exercício:

  1. Configuração Inicial: Comece segurando um haltere na vertical, próximo ao peito, com as duas mãos segurando uma das extremidades do haltere. Fique em pé, com os pés afastados na largura dos ombros e os dedos dos pés apontando ligeiramente para fora.
  2. Movimento de Agachamento: Mantenha o haltere próximo ao peito e desça em um agachamento, empurrando os quadris para trás e para baixo. Tente manter os cotovelos entre as pernas para melhor estabilidade. Agache até que as coxas estejam paralelas ao chão, ou tão baixo quanto possível sem comprometer a forma.
  3. Retorno à Posição Inicial: Empurre os pés contra o chão para voltar à posição inicial, mantendo o peso nos calcanhares e o haltere estável na frente do peito.
  4. Repetições: Execute o número desejado de repetições, de acordo com seu plano de treinamento.

Pontos Chave:

  • Postura: Mantenha a coluna reta e o core contraído durante todo o exercício para proteger a coluna e melhorar o equilíbrio.
  • Profundidade do Movimento: Desça até que as coxas estejam pelo menos paralelas ao chão, mantendo os calcanhares firmemente plantados.
  • Controle do Movimento: Realize o movimento de maneira controlada, evitando descer rapidamente ou perder o controle do peso.
  • Seleção de Peso: Escolha um haltere que seja desafiador, mas que permita realizar o exercício com a técnica correta. Não é necessário usar um peso muito pesado para obter benefícios efetivos.

O Agachamento Taça com halteres é uma ótima alternativa para aqueles que querem trabalhar a força das pernas e a estabilidade do core de uma maneira que é gentil nas costas e nos joelhos. A execução correta e a escolha adequada do peso são essenciais para a eficácia e segurança do exercício, sendo sempre recomendável a supervisão de um profissional de educação física.

Agachamento Sumô livre

O Agachamento Sumô, também conhecido como Sumo Squat, é um exercício eficaz para trabalhar os músculos das pernas, com um foco especial nos glúteos, quadríceps e adutores (parte interna das coxas). Esta variação do agachamento tradicional é inspirada na posição assumida pelos lutadores de sumô e é conhecida por sua capacidade de trabalhar os músculos das pernas de um ângulo diferente.

Descrição do Exercício:

  1. Configuração Inicial: Fique em pé com os pés mais afastados do que a largura dos ombros e os dedos dos pés apontando para fora, em um ângulo de aproximadamente 45 graus.
  2. Movimento de Agachamento: Mantenha as costas retas e o core contraído. Inicie o movimento dobrando os quadris e joelhos para descer em um agachamento. Empurre os joelhos para fora, alinhando-os com os dedos dos pés.
  3. Profundidade do Movimento: Desça até que suas coxas estejam paralelas ao chão ou o mais baixo possível sem comprometer a postura. Certifique-se de manter o peso nos calcanhares e não permita que os joelhos ultrapassem a ponta dos dedos dos pés.
  4. Retorno à Posição Inicial: Empurre os calcanhares contra o chão para voltar à posição inicial, mantendo a tensão nos músculos das pernas e glúteos.
  5. Repetições: Realize o número desejado de repetições, conforme o seu plano de treinamento.

Pontos Chave:

  • Postura: Mantenha o peito erguido e a coluna em posição neutra ao longo do exercício.
  • Amplitude de Movimento: Ajuste a profundidade do agachamento de acordo com sua flexibilidade e conforto, mantendo sempre uma boa técnica.
  • Controle do Movimento: Realize o movimento de forma controlada, evitando descer rapidamente ou balançar o corpo.
  • Ativação Muscular: Concentre-se em empurrar os joelhos para fora e em ativar os glúteos e adutores para maximizar os benefícios do exercício.

O Agachamento Sumô é uma excelente opção para diversificar o treinamento de pernas, oferecendo benefícios tanto em termos de força quanto de hipertrofia muscular. Este exercício pode ser realizado com ou sem peso adicional, tornando-o acessível para praticantes de todos os níveis de condicionamento físico. Para garantir a execução segura e eficaz do exercício, é sempre recomendável a supervisão de um profissional de educação física.

Já segue a gente no Instagram? Não perca nossas Dicas sendo postadas diariamente!

Avanço livre com halteres com step

O Avanço Livre com Halteres e Step, também conhecido como Lunges com Halteres e Step, é um exercício dinâmico e eficaz para fortalecer e tonificar os membros inferiores, com ênfase nos quadríceps, glúteos, isquiotibiais e panturrilhas. A adição do step neste exercício aumenta a intensidade e a amplitude do movimento, proporcionando um desafio adicional para os músculos das pernas e melhorando o equilíbrio e a coordenação.

Descrição do Exercício:

  1. Configuração Inicial: Comece segurando um haltere em cada mão ao lado do corpo. Posicione um step à sua frente, com altura adequada para o seu nível de condicionamento físico e flexibilidade.
  2. Movimento de Avanço: Dê um passo à frente com uma perna, colocando o pé firmemente no step. Ao avançar, flexione ambos os joelhos para baixar o corpo. O joelho da perna que avança deve formar um ângulo de aproximadamente 90 graus, e o joelho da perna traseira deve se aproximar do chão, sem tocá-lo.
  3. Retorno à Posição Inicial: Empurre firmemente o calcanhar da perna da frente para voltar à posição inicial, trazendo a perna de trás para frente.
  4. Alternância de Pernas: Repita o movimento com a outra perna. Alternar as pernas após cada repetição ou completar todas as repetições com uma perna antes de trocar.
  5. Repetições: Execute o número desejado de repetições para cada perna, conforme seu plano de treinamento.

Pontos Chave:

  • Postura: Mantenha a coluna reta e o core contraído durante todo o exercício para proteger a coluna e melhorar o equilíbrio.
  • Profundidade do Movimento: Desça até que o joelho traseiro quase toque o chão, garantindo que o joelho da frente não ultrapasse a ponta dos dedos do pé.
  • Controle do Movimento: Realize o movimento de forma controlada, evitando movimentos bruscos ou rápidos que podem causar lesões.
  • Seleção de Peso: Escolha um peso que permita realizar o exercício com a técnica correta. Não é necessário usar halteres muito pesados, pois a própria mecânica do exercício já proporciona um desafio significativo.

O Avanço Livre com Halteres e Step é uma variação avançada do avanço tradicional, oferecendo benefícios adicionais em termos de força muscular, equilíbrio e coordenação. Como sempre, é recomendável consultar um profissional de educação física para garantir que você esteja realizando o exercício corretamente e para adaptar o treino às suas necessidades e objetivos específicos.

Cadeira extensora unilateral

A Cadeira Extensora Unilateral é um exercício focado no fortalecimento e tonificação dos quadríceps (músculos da frente da coxa), realizado em uma máquina de cadeira extensora. Esta variação unilateral permite que você trabalhe cada perna individualmente, ajudando a corrigir desequilíbrios musculares e a aumentar o foco e a intensidade no músculo alvo.

Descrição do Exercício:

  1. Configuração Inicial: Sente-se na máquina de cadeira extensora com as costas firmemente apoiadas no encosto. Ajuste o assento e o apoio de pernas de acordo com sua altura para garantir a postura correta.
  2. Posicionamento da Perna: Posicione uma perna sob a almofada do equipamento, com o joelho alinhado com o eixo de rotação da máquina. A outra perna pode permanecer no chão ou no apoio da máquina, conforme o design do equipamento.
  3. Execução do Movimento: Realize uma extensão do joelho, elevando a almofada com a perna de forma controlada até a perna estar completamente estendida, mas sem travar o joelho.
  4. Descida Controlada: Lentamente, retorne a almofada à posição inicial, mantendo o controle do movimento e evitando que o peso caia rapidamente.
  5. Repetições: Complete o número desejado de repetições e depois repita o exercício com a outra perna.
  6. Alternância: Alguns preferem alternar as pernas a cada série, enquanto outros completam todas as séries em uma perna antes de mudar para a outra.

Pontos Chave:

  • Postura: Mantenha as costas pressionadas contra o encosto e evite inclinar-se para frente durante o exercício.
  • Controle do Movimento: Concentre-se em movimentos lentos e controlados, evitando impulso ou balanço.
  • Amplitude de Movimento: Use uma amplitude completa de movimento para maximizar a contração dos quadríceps.
  • Carga Adequada: Selecione uma carga que desafie os músculos, mas que permita manter a forma correta ao longo de todas as repetições.

A Cadeira Extensora Unilateral é uma excelente opção para isolar e fortalecer os quadríceps, sendo particularmente útil para aqueles que têm uma perna mais fraca ou menos desenvolvida. Este exercício também pode ser benéfico na reabilitação, permitindo focar em uma perna de cada vez. Como sempre, é importante consultar um profissional de educação física para garantir a execução adequada e segura do exercício.

Agende sua Consultoria Online através do WhatsApp!

Treino com Exercícios de Fortalecimento de Quadríceps em Casa

Para aqueles que preferem fazer exercícios em casa e, alguns exercícios simples podem ser eficazes:

Liga abaixo do joelho isométrico

O exercício isométrico com liga (ou banda elástica) abaixo do joelho é uma forma eficaz de fortalecer os músculos dos membros inferiores, principalmente os glúteos e os músculos estabilizadores do quadril. Este tipo de exercício enfatiza a contração muscular sem movimento (isometria), tornando-o uma excelente opção para aumentar a força muscular e a estabilidade das articulações, especialmente para aqueles que estão se recuperando de lesões ou para iniciantes.

Descrição do Exercício:

  1. Configuração Inicial: Coloque uma liga ou banda elástica ao redor das pernas, logo abaixo dos joelhos. Fique em pé, com os pés afastados na largura dos ombros ou um pouco mais, dependendo do nível de tensão desejado da banda.
  2. Posição do Exercício: Flexione ligeiramente os joelhos e os quadris, como se estivesse prestes a realizar um agachamento. Mantenha as costas retas e o core contraído.
  3. Execução do Movimento: Empurre os joelhos para fora, contra a resistência da banda, mantendo a posição de semi-agachamento. A pressão deve ser sentida nos músculos externos das coxas e glúteos.
  4. Manutenção Isométrica: Mantenha essa posição com os joelhos empurrados para fora por um período específico, que pode variar de 10 a 30 segundos, ou conforme recomendado pelo seu plano de treino.
  5. Descanso e Repetições: Após manter a posição pelo tempo determinado, relaxe brevemente e repita o exercício para o número de séries desejado.

Pontos Chave:

  • Tensão Constante: Mantenha a tensão constante na banda durante todo o período do exercício.
  • Postura: A postura é essencial. Mantenha as costas retas e o core engajado para suporte adicional e eficácia.
  • Respiração: Respire de maneira controlada durante o exercício, evitando prender a respiração.
  • Intensidade: A intensidade pode ser ajustada pela resistência da banda e pela duração da contração isométrica.

Este exercício é especialmente útil para fortalecer os músculos abdutores do quadril, melhorando a estabilidade do quadril e do joelho, o que é benéfico tanto para atividades diárias quanto para o desempenho atlético. Além disso, é uma ótima opção para aqueles que procuram um exercício de baixo impacto. Como sempre, recomenda-se a consulta com um profissional de educação física ou fisioterapeuta para garantir a técnica adequada e segurança.

Sumô unilateral com o pé no apoio

O Sumo Unilateral com o Pé no Apoio é uma variação avançada e eficaz do agachamento sumô tradicional, focado em fortalecer e tonificar os músculos das pernas, especialmente os glúteos e os músculos internos das coxas (adutores). Esta variação envolve realizar o agachamento sumô com um pé elevado em um apoio, como um step ou banco, aumentando a intensidade do exercício e melhorando o equilíbrio e a estabilidade.

Descrição do Exercício:

  1. Configuração Inicial: Posicione um apoio (como um step ou banco baixo) ao lado de seu corpo. Fique em pé ao lado do apoio, com um pé no chão e o outro no apoio.
  2. Posicionamento do Corpo: Vire os dedos dos pés do pé que está no chão para fora, em um ângulo de aproximadamente 45 graus. O pé no apoio deve estar alinhado com o joelho e quadril, também apontando para fora.
  3. Movimento de Agachamento: Flexione o joelho e o quadril da perna que está no chão, baixando o corpo em um movimento de agachamento sumô. A perna que está no apoio permanece estendida. Desça até que a coxa da perna que está agachando esteja paralela ao chão ou o mais baixo possível sem comprometer a forma.
  4. Retorno à Posição Inicial: Empurre o chão com o pé que está no chão para retornar à posição inicial, mantendo o controle e a estabilidade durante todo o movimento.
  5. Repetições: Complete o número desejado de repetições em uma perna e depois troque para o outro lado.

Pontos Chave:

  • Equilíbrio e Controle: Este exercício exige um bom equilíbrio e controle. Concentre-se em manter a estabilidade durante todo o movimento.
  • Postura: Mantenha a coluna reta e o core contraído para suportar a coluna e melhorar o equilíbrio.
  • Amplitude de Movimento: Ajuste a profundidade do agachamento de acordo com sua flexibilidade e conforto, mantendo sempre uma boa técnica.
  • Intensidade: A intensidade pode ser ajustada pela altura do apoio e pela quantidade de peso, se estiver usando pesos adicionais.

O Sumo Unilateral com o Pé no Apoio é uma excelente maneira de adicionar variação ao seu treinamento de pernas, desafiando os músculos de maneiras diferentes e ajudando a melhorar o equilíbrio unilateral e a força muscular. Este exercício pode ser particularmente útil para atletas ou para aqueles que procuram melhorar o desempenho funcional. Como sempre, é recomendado consultar um profissional de educação física para garantir uma execução segura e eficaz do exercício.

Flexão de quadril com a liga apoiado

A Flexão de Quadril com Liga, também conhecida como Elevação de Quadril com Banda Elástica, é um exercício eficaz para fortalecer os músculos do quadril e do core, com foco particular nos flexores do quadril. Este exercício é realizado com uma liga ou banda elástica, que adiciona resistência ao movimento, aumentando a intensidade e a eficácia do treino.

Descrição do Exercício:

  1. Configuração Inicial: Coloque uma liga ou banda elástica ao redor dos tornozelos. Deite-se de costas em um colchonete, com as pernas estendidas e os braços ao lado do corpo.
  2. Movimento de Flexão de Quadril: Levante uma perna do chão, flexionando o quadril, enquanto mantém a outra perna estendida e em contato com o chão. A elevação da perna deve ser feita de forma controlada, contra a resistência da banda.
  3. Posição de Pico: Eleve a perna até um ponto confortável, onde ainda consiga manter a forma correta, sem arquear excessivamente as costas.
  4. Retorno à Posição Inicial: Abaixe lentamente a perna de volta à posição inicial, mantendo a tensão na banda elástica.
  5. Repetições e Lados: Repita o movimento para o número desejado de repetições antes de trocar para a outra perna.

Pontos Chave:

  • Controle do Movimento: Mantenha o movimento controlado e focado, evitando movimentos bruscos.
  • Postura: Mantenha as costas pressionadas contra o colchonete para evitar tensão na região lombar.
  • Respiração: Respire de forma coordenada com o movimento, inspirando ao abaixar a perna e expirando ao elevá-la.
  • Intensidade: Ajuste a resistência da liga ou banda elástica conforme necessário. Bandas com diferentes níveis de resistência podem ser usadas para aumentar ou diminuir a intensidade.

A Flexão de Quadril com Liga é um exercício versátil que pode ser incluído em rotinas de fortalecimento do core, treinamento de mobilidade ou como parte de um aquecimento. É importante realizar o exercício com a técnica correta para maximizar os benefícios e evitar lesões. Para instruções detalhadas e personalizadas, recomenda-se a consulta com um profissional de educação física.

Flexão de quadril no chão com a liga

A flexão de quadril no chão com liga, também conhecida como elevação de pernas com banda elástica, é um exercício efetivo para fortalecer os músculos dos quadris, flexores do quadril e o core. A adição da liga ou banda elástica aumenta a resistência, tornando o exercício mais desafiador e benéfico.

Descrição do Exercício:

  1. Configuração Inicial: Deite-se de costas em um colchonete, com as pernas estendidas. Coloque uma liga ou banda elástica ao redor dos tornozelos.
  2. Movimento de Flexão de Quadril: Levante uma perna do chão, flexionando o quadril, mantendo a outra perna estendida e em contato com o chão. A elevação da perna deve ser feita de forma controlada, contra a resistência da banda.
  3. Posição de Pico: Eleve a perna até um ponto confortável, onde ainda consiga manter a forma correta, sem arquear excessivamente as costas.
  4. Retorno à Posição Inicial: Abaixe lentamente a perna de volta à posição inicial, mantendo a tensão na banda elástica.
  5. Repetições e Lados: Repita o movimento para o número desejado de repetições antes de trocar para a outra perna.

Pontos Chave:

  • Controle do Movimento: Evite movimentos bruscos ou rápidos para manter a tensão muscular adequada e evitar lesões.
  • Postura: As costas devem permanecer pressionadas contra o chão para proteger a coluna lombar.
  • Respiração: Respire de forma coordenada com o movimento, inspirando ao abaixar a perna e expirando ao elevá-la.
  • Intensidade: A resistência da liga ou banda elástica pode ser ajustada conforme necessário, utilizando bandas com diferentes níveis de resistência.

Este exercício é excelente para melhorar a força e a estabilidade dos quadris e do core, sendo particularmente útil em rotinas de treinamento funcional, reabilitação e prevenção de lesões. Como sempre, é importante realizar o exercício com a técnica correta para maximizar os benefícios e evitar lesões, e a orientação de um profissional de educação física é recomendada para instruções detalhadas e personalizadas.

Dicas Importantes

Frequência: Realize estes exercícios pelo menos duas vezes por semana para garantir um fortalecimento efetivo.
Cuidado com a Sobrecarga: Evite sobrecarregar as articulações, especialmente o joelho e quadril. Ajuste a carga e a intensidade conforme sua capacidade.

Movimento Controlado: Durante todo o movimento, mantenha o controle para maximizar os benefícios e minimizar o risco de lesões.


O treino de quadríceps é Importante?

O treino de quadríceps é essencial para fortalecer a região do quadril, coxa e joelhos. Exercícios como agachamento, leg press e a cadeira extensora são fundamentais, mas lembre-se de que a qualidade do movimento é mais importante do que a quantidade. Integrar esses exercícios em sua rotina regularmente contribuirá significativamente para o fortalecimento da musculatura, melhorando a estabilidade e a saúde geral.

No nosso site você encontra diversas dicas de treino para melhorar seu shape além de ter acesso a uma consultoria online ou presencial com os melhores personal trainers para alinhar seus objetivos e alcançar mas rápido seus resultados! Não esqueça também de se inscrever no nosso Canal do Youtube para receber dicas diárias de execução de exercícios e treino!

Sua melhor versão começa aqui!

Alcance seus objetivos! Agende uma consulta com nossos Nutricionistas, Coachs Fitness e Nutrólogos.

Atendimento tanto online quanto presencial!

Sem nome (200 x 150 px) (6)

Mais sobre Treino: Rotina de Treinos

Exercícios de Quadríceps: O Caminho para um Fortalecimento Efetivo e Integral

Atualizado em 13 de novembro de 2023

A Importância de Fazer Abdominal Supra corretamente para  Fortalecimento Muscular e Redução de Gordura do abdômen

Atualizado em 13 de novembro de 2023

Treino ABC: A Divisão Perfeita para Hipertrofia – Explorando Este Tipo de Divisão de Treino e 4 sugestões de exercício(Com exemplos!)

Atualizado em 16 de novembro de 2023

Crucifixo Inclinado: Como fazer, músculo, dicas de execução e hipertrofia do peitoral

Atualizado em 16 de novembro de 2023

Treino de Braço: Melhores exercícios para fortalecer e ganhar massa muscular para bíceps e tríceps

Atualizado em 20 de novembro de 2023

Peito: Melhores exercícios para otimizar seu treino de peito!

Atualizado em 22 de novembro de 2023

Tríceps e Pulley: Técnicas de Musculação para Hipertrofia do tríceps

Atualizado em 23 de novembro de 2023

Rosca Scott: Melhor execução para Aumentar seus Resultados

Atualizado em 24 de novembro de 2023

Desenvolvimento com Halteres na Musculação: Dicas, Fitness e Estratégias

Atualizado em 27 de novembro de 2023

Treino de Musculação com Leg Press 45°: Fitness e Eficiência na Academia

Atualizado em 28 de novembro de 2023

Supino Inclinado com Halteres: Musculação e Hipertrofia Eficazes

Atualizado em 30 de novembro de 2023

Agachamento Smith: Dicas de Musculação para um Treino Eficiente no Smith

Atualizado em 1 de dezembro de 2023

Melhores Exercícios de Musculação para Fortalecer e Definir as Costas: Guia de Treino Completo

Atualizado em 6 de dezembro de 2023

Guia Completo de Treino: Benefícios e Dicas para Tríceps com Corda na Musculação e Fitness

Atualizado em 7 de dezembro de 2023

Guia de Treino ABCDE para Hipertrofia: Estratégias Eficazes para Iniciantes e Intermediários

Atualizado em 8 de dezembro de 2023

Consultoria Fitness Personalizada: A Importância Vital da Orientação Online no Fitness

Atualizado em 14 de dezembro de 2023

O Exercício do Crucifixo Inclinado: Benefícios e Técnicas

Atualizado em 19 de janeiro de 2024

O Exercício do Crucifixo Inclinado: Benefícios e Técnicas

Atualizado em 19 de janeiro de 2024

O Papel Fundamental dos Abdominais Supra no Fortalecimento do Core

Atualizado em 22 de janeiro de 2024

Crucifixo Inclinado com Halteres: Um Exercício Essencial para o Desenvolvimento do Peitoral

Atualizado em 22 de janeiro de 2024

Transforme Seu Corpo em Casa: O Poder do Treino com Peso Corporal

Atualizado em 30 de janeiro de 2024

5 Exercícios Fundamentais para Incluir na Sua Rotina de Treinos

Atualizado em 5 de fevereiro de 2024

A Ciência por Trás da Hipertrofia Muscular: Princípios Essenciais!

Atualizado em 21 de fevereiro de 2024

Performance Física: Maximize Seu Potencial na Academia

Atualizado em 21 de fevereiro de 2024

Exercício Aeróbico Antes ou Depois do Treino de Musculação?

Atualizado em 27 de março de 2024

× Como posso te ajudar?